Novembro de 2008 – Cancun, Mexico – Parte 2/2

 
Saindo da região das praias em direção à cidade de Cancun, são mais ou menos 30 minutos de carro. Mas vale muito à pena por dois motivos. O primeiro é o Mercado 28, um grande oba-oba de artesanato que proporciona preços bem acessíveis. Melhor! Boa parte não foi feito na China… Além do show de cores e de arte popular mexicanos, você têm uma excelente experiência com a cultura local. Por exemplo, se um mexicano te diz que um bagulho custa US $ 50, você reclama um pouco e ele te diz que na verdade é US $ 40. Chorando mais algum o troço baixa para $ 35. Você vira as costas para ir embora e ele te diz que pode fazer por $ 30, oferta final. Então você retruca que vai comprar dois por US $ 25. Negócio fechado.
 
 
O Mercado 28 também conta com uma quantidade enorme de restaurantes de comida local/caseira, muito frequentado por locais por seus preços bem baixos, se comparados com os da zona hoteleira. Os lugares são muito simples, porém limpos e localizados em espaços abertos. Interessante que cada birosca tem um "agente" encarregado de assediar os passantes para que entrem dentro do estabelecimento. Como verdadeiros vendedores profissionais, discutem preço, mostram o cardápio, falam de especiais, tudo para tentar te convencer. Almoçamos no Vera Cruz (empanadas fritas e pescado) e mais tarde curtimos uns petiscos de camarão no El Cejas, os dois altamente recomendáveis.
 
 
A segunda razão para justificar um pulo até a cidade de Cancun: almoçar no La Parrilla, considerado pelos locais o melhor restaurante de Cancun e seguramente o melhor buffet de comida mexicana que eu tive em toda a minha vida. Excelente qualidade e ótimo preço: US $ 10 por pessoa para comer como um nababo. A cada novo prato, a cada garfada, uma sucessão de hmmmms e UAUs.  A quesadilla con carne al pastor (uma tortilha de farinha com recheio de queijo derretido e carne assada em tiras) entrou no meu rol de top ten delícias internacionais de todos os tempos, que será brevemente divulgada nesse blog. Existe uma parte do buffet onde uma senhora prepara na hora pratos frescos e típicos. Mesmo que você jejue por duas semanas antes de ir a esse restaurante, não vai dar para experimentar tudo e mais o buffet de postres (sobremesas). By the way, na foto abaixo da fachada do restaurante eu sou o da esquerda…
 
 
Veja aqui todas as fotos (quase 400) em alta resolução de Cancun. Algumas dão um excelente papel de parede…
Para visualizá-las (slide show) é necessário um cadastro no yahoo.com ou yahoo.com.br, ou direto no flickr.com
Não esqueça de incluir a legenda (options, abaixo à direita – marque always show titles) durante a exibição dos slides. Todas as fotos podem ser baixadas/downloaded em altíssima resolução.
 
É isso.
Advertisements
This entry was posted in América Latina. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s