Abril de 2008 – Barcelona, Espanha – Parte 2/3

 
Próxima atração de Ciutat Vella digna de nota é a Catedral de Santa Eulalia de Barcelona ou simplesmente Catedral de Barcelona. Este monumento religioso gótico foi construído a partir de 1298, sobre as fundação de um templo romano e foi concluída somente em tempos recentes, em 1913. Além de explorar o interior impressionante, também é possivel subir ao topo pagando uma pequena taxa. Foi nessa igreja que os primeiros seis nativos trazidos por Colombo desde o Novo Mundo foram batizados. Dentro da cripta no interior da igreja, jaz os restos mortais da padroeira da cidade, Santa Eulália, assassinada pelos romanos por sua fé cristã no ano 4 AD depois de uma quantidade absurda de martírios indizíveis, antes de ser crucificada. Reza a lenda que seus torturadores a colocaram dentro de um barril cheio de cacos de vidros e facas enferrujadas e depois empurraram o barril ribanceira abaixo.
 
aaaCathedral de Barcelona - Top 6Cathedral de Barcelona - Claustro 4
Cathedral de Barcelona - Interior 19Cathedral de Barcelona - Interior 28Cathedral de Barcelona - Interior 32
Cathedral de Barcelona - Interior 12Cathedral de Barcelona - Interior 33Cathedral de Barcelona - Interior 51
 
Em uma das praças notáveis da Ciutat Vella, Plaça de Sant Jaume, existem dois importantes edifícios, um de frente para o outro. O primeiro é o Palau de La Generalitat, hoje sede da presidência da província da Catalunha e construído em 1416 (primeira construção). O outro é a Casa de la Ciutat, sede do governo da cidade e construída em 1847 em estilo neoclássico.
 
Palau de la GeneralitatCasa da la Ciutat 3Casa da la Ciutat 8
Casa da la Ciutat - Interior 1Casa da la Ciutat - Interior 2Casa da la Ciutat - Interior 6Casa da la Ciutat - Interior 7Casa da la Ciutat - Patio Interior 1
 
Os dois principais museus de Barcelona também se localizam nessa área "gótica" da cidade velha. O primeiro é o MHCB – Museu d’Història de la Ciutat de Barcelona, que conta com o mais amplo complexo subterrâneo de ruinas romanas do mundo. O prédio base do museu já foi um palácio real no século XIII, local onde a rainha Isabel recebeu as boas novas de Colombo, ao regressar do Novo Mundo. Experiência arrepiante estar naquele salão histórico. Bem pertinho do museu você pode até tocar em colunas romanas de uns 5 metros de altura que pertenceram ao Templo de Augustus. Ao descer ao subsolo do museu e passear pelas passarelas subterrâneas, você tem a impressão de que está voltando no tempo. Ferramentas audiovisuais ajudam sua imaginação a construir em sua mente aquela velha cidade romana do século 1 A.C., nos primórdios de Barcelona. Vale cada Euro. Fascinante descobrir como os romanos reconheciam a importância da água corrente e do tratamento de dejetos. A tecnologia de transporte de águas era muito engenhosa. Curioso saber que cada pequena cidade romana tinha uma unidade produtora de vinho, chamado Layetania, o mais consumido da antiguidade por ser simples de ser feito e muito barato. Imagine a dor de cabeça depois…
 
Museu d'Historia de la Ciutat - Muralla Romana 1aMuseu d'Historia de la Ciutat - Roman ColumnsMuseu d'Historia de la Ciutat 11Museu d'Historia de la Ciutat 13
Museu d'Historia de la Ciutat - Interior 1Museu d'Historia de la Ciutat - Interior 16Museu d'Historia de la Ciutat - Interior 23
Museu d'Historia de la Ciutat - Interior 26Museu d'Historia de la Ciutat - Interior 4Museu d'Historia de la Ciutat - Interior 5
 
O segundo museu é o MFM Museo Frederic Marès, que contém uma enorme coleção de esculturas espanholas de diversos países e épocas. Frederic Marès era um viajante e colecionador (morreu em 1991) que deixou o seu legado em forma de museu. O prédio onde está localizado já foi ocupado por bispos no século XIII, condes no XIV, juízes no XV e freiras no XVIII, que viveram aqui até serem expulsas em 1936.  O que predomina no museu são obras religiosas, com destaque para as medievais.
 
Museu Frederic MaresMuseu Frederic Mares 2Museu Frederic Mares - Collection 39
Museu Frederic Mares - Collection 21Museu Frederic Mares - Collection 34Museu Frederic Mares - Collection 42Museu Frederic Mares - Collection 59
Museu Frederic Mares - Collection 66Museu Frederic Mares - Collection 45Museu Frederic Mares - Collection 64 
 
O maior parque da cidade velha é o Parc de la Ciutadella, lugar enorme, verde e bem família, com um imenso lago para passear de pedalinho ou de bote à remo alugado, pescar, ou só admirá-lo enquanto você lê, descansa, medita ou toma um café da tarde. Nas redondezas existem várias opções de visitas: o Zoológico de Barcelona, inaugurado em 1940; o Museu de Zoologia, hospedado no Castillo de los Tres Dragones, construído em 1888; A Vila Olímpica (lembra das Olimpíadas de 1992?) e o Arc de Triomf, construído em 1888 como principal entrada de uma grande feira histórica chamada La Exposición Universal.
 
Plaza de la Ciutadella 15Plaza de la Ciutadella 9Plaza de la Ciutadella 8
Plaza de la Ciutadella 16Museu de ZoologiaArc del Triomf 1
 
Outra grande atração da Ciutat Vella fica no final da avenida La Rambla: região conhecida como Port Vell, "La Rambla del Mar". Ao passear pela vizinhança, bem na orla do Mar Mediterrâneo, você poderá: deslumbrar-se com o visual do lugar; ver gente de todo tipo caminhando pela ponte e pelo ancoradouro (passam por aqui 16 milhões de pessoas todo ano); pegar um cineminha no IMAX local; comer em um dos restaurantes "pega-turista" com vista para o mar; apreciar a Marina local (quem sabe você tem bala na agulha para alugar um barquinho aqui?); visitar o Aquário de Barcelona, um dos maiores da Europa; fazer compras no shopping upscale Maremagnum
 
Port Vell 11Port Vell 18Port Vell 19
Port Vell 13Port Vell 4Port Vell 9
 
Um dos passeios obrigatórios na cidade, um cruzeiro baratinho de 1 hora em uma das Las Golondrinas, parte deste porto, em frente ao monumento a Cristóvão Colombo. Um barco de bancos de madeira leva os turistas para conhecer parte da costa de Barcelona e a área do porto atual. Uma oportunidade de ter um perfil da cidade vista do mar. O serviço existe desde 1888. A comida de bordo é uma merda, mas o barco é perfeitamente seguro: o último acidente fatal ocorreu em 1922.
 
Las GolondrinasLa Golondrina - Cruise 12
La Golondrina - Cruise 29Las Golondrinas 3
 
À noite não pode faltar uma visita à legendária armadilha para turistas: O Show de Flamenco. Depois de uma cuidadosa pesquisa na Internet, escolhi o Palacio del Flamenco, decente no final das contas pelo preço pago. A taxa única (38 Euros) inclui o show e a comida, deliciosa por sinal (embora em uma quantidade ridícula): sangria, paella e crema catalana de sobremesa. Durante a performance, não pense que você vai encontrar um montão de gostosas lascivas dançando flamenco: as melhores dançarinas são senhoras bem conservadas. Pelo contrário, os dançarinos homens são muito mais jovens e estão em melhor forma. Programaço para as meninas! A casa quase ia abaixo quando os caras dançavam. A única coisa que não me saiu da cabeça durante toda a performance é a tremenda semelhança do Flamenco com a música do Gipsy Kings…
 
Palacio del Flamenco 1bPalacio del Flamenco 2
Food - PaellaFood - Crema Catalana
Palacio del Flamenco 3cPalacio del Flamenco 3e
 
                             
 
A segunda grande região da cidade a ser explorada "turisticamente" é Eixample, que reune a maior coleção de construções modernistas e/ou art noveau da Europa. Passear (à pé ou de bicicleta) sem destino pelas ruas dessa vizinhança já vale a passagem aérea para Barcelona. Aqui estão as obras-primas de Gaudi e de outros modernistas. Aqui também reside a burguesia Barcelonesa.
 
Eixample - Buildings 10Eixample - Buildings 15Eixample - Buildings 23Eixample - Fundacion Tapies
Eixample - Buildings 32Eixample - Buildings 34Eixample - Carrer 20
Eixample - Passeig de Gracia 5Eixample - Passeig de GraciaEixample - Passeig de Gracia 14
 

A primeira grande atração turística da região é a Casa Batlló, obra única de Gaudi finalizada em 1906 em que ele, ao contrário do seu estilo típico – construir tudo do zero – converteu um prédio já existente para o estilo modernista. Ao entrar no prédio parece que você foi miniaturizado e está penetrando dentro de uma pintura: tudo é muito novo, diferente. Como todas as obras de Gaudi, estão presentes as formas orgânicas, a natureza (veja um teto em forma de redemoinho e outra como uma gota d’água prestes a cair), as múltiplas cores, a overdose de curvas, muita luz natural, os corredores que parecem o esqueleto de uma cobra gigante e alguns detalhes surreais. Que chaminés fantásticas! Notem ao telhado coberto de telhas semelhantes a escamas de um dragão. Desnecessário dizer que se trata de outro monumento considerado patrimônio da humanidade pela UNESCO.
 
Casa Batlo 1aCasa Batlo  - Interior 13Casa Batlo  - Interior 31
Casa Batlo  - Interior 28Casa Batlo  - Interior 41Casa Batlo  - Interior 43bCasa Batlo  - Interior 38
Casa Batlo - Roof 5Casa Batlo - Roof 8Casa Batlo - Roof 9Casa Batlo - Night
 
Outra parada obrigatória no circuito mordenista de Eixample: a Casa Milà, também conhecida como La Pedrera. Trata-se de um outro programa 3-em-1: você visita a obra de arte de Gaudi, volta no tempo ao passear por uma típica casa da burguesia da virada do século e pode visitar um andar inteiro dedicado à vida de Gaudi, o museu El Espai Gaudi no primeiro andar. Construída entre 1906 e 1910, foi inicialmente ridicularizada pelos intelectuais da época de Gaudi, pois era completamente fora dos padrões tradicionais de construções. Mas Gaudi "foi ser gauche na vida…", como diria Drummond, e entrou para história com outra obra-prima de arquitetura. Só a visita ao telhado da Casa Milà já vale a grana do ingresso. As chaminés foram construídas provavelmente em um transe de LCD, marca registrada do autor (as chaminés, não o alucinógeno). Impressionante toda a carpintaria feita de superfícies curvas. Alias, esse gênio só fazia linhas retas para formar planos curvos. Faltou alguma coisa? Sim! Esse prédio é patrimônio da humanidade segundo a UNESCO…
 
Casa Mila - La Pedrera - Interior 10Casa Mila - La Pedrera - Interior 14Casa Mila - La Pedrera - Roof 23
Casa Mila - La PedreraCasa Mila - La Pedrera - Roof 25Casa Mila - La Pedrera - Interior 6 
 
Continuando o circuito, a próxima atração causa um impacto já na entrada principal, tanto pela magnífica beleza quanto pelo tamanho: o Hospital de la Santa Creu i de Sant Pau. Eu sei, eu sei, dá um montão de piadas de duplo sentido. Mas como obra arquitetônica modernista você pode gastar umas boas 2 horas só passeando entre os 26 prédios do complexo hospitalar, construído em 1902 em meio a um lindo jardim. Josep Puig, arquiteto encarregado, imaginou que os pacientes se recuperariam mais rápido em meio à natureza e à beleza. A propósito, também é patrimônio da humanidade. 
 
Hospital de la Santa Creu - Interior 2Hospital de la Santa Creu Compound 14Hospital de la Santa Creu Compound 22Hospital de la Santa Creu Compound 25Hospital de la Santa Creu Compound 4aHospital de la Santa Creu Compound 
 
Last, but not least, a obra magistral inacabada de Gaudi em Eixample. Em minha opinião, a catedral mais fabulosa já construída pelo homem: La Sagrada Família ou Temple Expiatori de la Sagrada Familia. Não é exagero dizer que este monumento é o ponto alto de uma visita à Barcelona. Gaudi amava tanto esta que foi sua última obra que dedicou a ela 16 anos de sua vida a nela foi enterrado, como sempre desejou. Dizem que os grandes mestres trabalham sobre influência de drogas quando constroem suas obras-primas. No caso dessa monumento cristão, a experiência de visita é tão intensa, que parece que você está sobre a influência de drogas.Como um artista pode gerar tamanha reação nos outros?
 
Sagrada Familia 1Sagrada Familia - Interior 6Sagrada Familia - Interior 12Sagrada Familia - Gloria
 
A concepção original envolvia três grandes segmentos: Natividade, Paixão e Glória, quatro imensas torres para cada um, totalizando 12 (os apóstolos). Somente as duas primeiras encontram-se prontas. A obra como um todo parece uma grande história escrita em pedra (incluindo passagens da Bíblia), por um profundo devoto ao catolicismo. Embora anarquistas tenham destruído em 1938 durante a Guerra Civil Espanhola boa parte dos blue prints deixados por Gaudi , o governo atual têm trabalhado com afinco para finalizar a obra, considerada patrimônio histórico da humanidade pela UNESCO (não brinca?). Uma equipe multidisciplinar pretende concluir a construção em 2026. Você também pode opcionalmente visitar o topo de uma das torres e curtir um visual 360 arrebatador de Barcelona.
 
Sagrada Familia - Interior 4Sagrada Familia - Top 3Sagrada Familia - Interior 8
Sagrada Familia - Interior 2Sagrada Familia 16Sagrada Familia 21Sagrada Familia 29

 
Outras obras arquitetônicas de Exixample que valem uma visita são: Casa Terrades de les Punxes, desenhada pelo arquiteto modernista Josep Puig e construída em 1905; o Conservatori Municipal di Musica, construído em 1886; o Palau del Baró de Quadras, também construído pelo modernista Puig, em 1904 e que hospeda a Casa Asia, dedicada à divulgação da cultura asiática na Espanha; e o Santuari de la Mare de Deu del Carme, uma igreja.
 
Casa Terrades Les PunxesCasa Terrades Les Punxes 7
Conservatori Municipal di MusicaPalau Baro de Quadras - Casa AsiaPalau Baro de Quadras - Casa Asia - Interior 5
Palau Baro de Quadras - Casa Asia - Interior 7Santuari de la Mare de Deu del Carme - Interior 1Santuari de la Mare de Deu del Carme 1
 
Não dá para visitar a região de Eixample sem tomar um café da manhã ou da tarde em uma das inúmeras Postisserias. Você come como um rei, saboreando principalmente doces e pães finos (acompanhados por um café expresso da melhor qualidade) por um preço módico. Em Barcelona, não há como comer mais barato que isso. Minhas dicas são o el Fornet (qualquer uma das unidades dessa cadeia) e o La Rambla 31, esse na região da Ciutat Vella. Em todos eles você encontra o famoso baguete com jamon ibérico.
 
Food - My Breakfast 1Food - My BreakfastCafes 7a
Food - Pastries 2Postisserias - La Rambla 31Food - Pastries 11
 
Continua…
Advertisements
This entry was posted in Europa. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s